Nossos produtos são a base de carbonato de cálcio ou talco, podendo ser veiculados (extrusados) em polipropileno, polietileno ou EVA. As formulações podem ser modificadas conforme as necessidades técnicas do cliente.

O máster pode ser aplicado entre 0,5% e 5%, já os compostos entre 10% e 30%, dependendo do processo produtivo de cada cliente.

Abaixo listamos algumas das vantagens da aplicação dos compostos:

Aumento de estabilidade dimensional;
Melhora nas propriedades como rigidez e resistência ao impacto;
Aumento de produtividade;
Baixo custo;
Gera força adicional; dessa forma a geometria da peça pode ser reduzida, sem sacrificar o desempenho.
 

 

Produtos

Ficha Técnica

FISPQ

Injeção/ Sopro:

1610313 – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PP;

1610313 D – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PP, aditivado com TiO2;

Talco 70-30 – Base em talco, veiculado em PP;

Talco 60-40 – Base em talco, veiculado em PP;

Talco 50-50 – Base em talco, veiculado em PP;

 

Extrusão de descartáveis:

Ficha Técnica

FISPQ

1610313 – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PP;

1010635 – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PP;

2430548 – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PE;

Master 75% Azulado - Base em dióxido de titânio, branco azulado;

Master 75% Branco - Base em dióxido de titânio, branco;

 

Extrusão de embalagens (sacolas):

Ficha Técnica FISPQ

2430548.80 – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PE;

2430548.80D – Base em Carbonato de cálcio, veiculado em PE, aditivado com TiO2;

 

 

Regulamentações atendidas:

- Resolução n° 105, de 19 de Maio de 1999, da ANVISA que aprova os Regulamentos Técnicos: Disposições Gerais para embalagens e equipamentos Plásticos em contato com alimentos.
- Resolução RDC 51, de 26 de Novembro de 2010. Dispõe sobre migração em materiais, embalagens e equipamentos Plásticos destinados a entrar em contato com alimentos.
- Resolução RDC 52, de 26 de Novembro de 2010. Dispõe sobre corantes em materiais, embalagens e equipamentos Plásticos destinados a entrar em contato com alimentos.
- Portaria nº 685, de 27 de agosto de 1998, da ANVISA, que aprova o regulamento técnico: “Princípios Gerais para o estabelecimento de níveis máximos de contaminantes químicos em alimentos” e seu anexo: “limites máximos de tolerância para contaminantes inorgânicos”.
- Decreto n° 55.871, de 26 de março de 1965, dispõe sobre normas técnicas especiais reguladoras do emprego de aditivos químicos e alimentos.
- EM 1186-3: 2002 – Material and articles in contact with foodstuffs – Plastics – Part 3: Teste methods for overall migration into aqueous food simulants by total immersion.

“Desenvolvemos o produto conforme sua necessidade dentro de
seus padrões de qualidade”


Rodovia SC 446, Km 01, nº 3850

CEP: 88870-000 - Orleans – SC

Telefone: (48) 3466-4491/ 3466-3889
compositions@compositions.com.br